News

Apresentação em Mirassol - nov/2006

Esta imagem é uma edição do Correio de Mirassol com um anúncio do evento que iríamos participar (pra vocês verem a moral, saímos como destaque no jornal da cidade)

História:
Este evento idealizado pelo Sensei Hajime Ide e realizado pelo Prof Ubiratan de Souza Lima é uma cerimônia de gratidão. Explico: As cidades de Jaci, Mirassol e Bálsamo, participam de um projeto chamado Educando com Karatê-Do, onde crianças de escolas públicas participam de aulas de karatê visando preparar os jovens para a sociedade utilizando valores morais da cultura japonesa. Esta cerimônia de gratidão é uma forma de homenagear pessoas e empresas que incentivam este projeto.

Integrantes:
Almir, Midori, Saty, Shige, Sidney e Talita.

Musicas executadas:
Abare, Shiraume e Sore

Curiosidades:
Tivemos grandes momentos nesta viagem:

  • O nosso grupo já tinha se apresentado antes na cidade, e demorou alguns anos para retornarmos, pois de acordo com os responsáveis, eles queriam que se tivesse uma apresentação de taiko, podia demorar para trazer, mas que seria o nosso grupo.
  • Nos hospedaram em um hotel na cidade vizinha, pois de acordo com eles os hotéis da cidade eram bem simples e nos colocaram em um dos principais hotéis daquela região.
  • A emoção do Sensei Hajime Ide, que antes de voltarmos para a cidade, foi até o hotel nos agradecer, contar sobre o projeto e falar do respeito que ele tem pela sensei.
  • O operador de som que no mesmo dia do evento, teve o falecimento da mãe, mas mesmo assim ficou no evento cumprindo o dever dele, pois não tinha ninguém que soubesse executar o trabalho.
  • Primeira viagem da Talita com o grupo.
  • A Talita dentro da van de repente aponta pra fora e fala: Olha!!!!!!.... todos olham pra fora e ela completa... Olha as vaquinhas!!!!! Nunca vi tanta vaca junta!!!
  • Batizamos o nosso motorista de Rocky. Motivo? Quando terminamos a primeira música, as pessoas não sabiam se tínhamos terminado e ficaram esperando para ver se tinha mais alguma coisa, aí ele do nada começou a bater palma e todos o seguiram nos aplaudindo.
  • Pediram para que fizéssemos um som na entrada de cada homenageado. O Sidney, muito prestativo foi tocar e resolveu fazer um solinho diferente para a entrada de cada homenageado, um solo diferente, afinal são pouco homenageados. Resultado, fez uns 12 solos.
  • Tinha um banheiro muito esquisito no lugar do evento. Era meio estreito, mas com um corredor longo. Como tocamos à noite e o banheiro tinha a luz meio fraca, depois que a Talita falou pro Shige que tinha ouvido algo no banheiro, ninguém mais quis usá-lo.
  • O Shige estava na casa do Prof Ubiratan no quintal batendo o maior papo com um senhor. Depois de um tempo o senhor saiu e perguntamos pro Shige quem que era aquele senhor que ele estava conversando como se fossem velhos conhecidos. E o Shige fala: Ele é o prefeito da cidade.

 

<< Retornar para a página anterior